[vc_row][vc_column width=”1/1″][divider][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/2″][heading header_type=”h2″ header_align=”center”]Desenvolvimento em Três Esferas[/heading][vc_column_text]“Todas as expressões neste universo”, escreveu Sarkar em 1985, “são divididas em três estratos – físico, psíquico e espiritual – e nem um único estrato entre eles é sem importância ou desprezível. Para o desenvolvimento integrado deste mundo, queremos que todos esses três estratos sejam desenvolvidos correctamente, e que a sua velocidade seja acelerada. Nem um unico estrato é sem importância – nem o estrato físico, nem o estrato psíquico, nem o estrato espiritual.” PROUT, portanto, prevê uma sociedade singularmente diferente, uma sociedade equilibrada ma qual o desenvolvimento cultural e a auto-realização são tão importantes, se não mais, que o desenvolvimento material. O desenvolvimento em todas as três esferas da existência irá garantir uma sociedade saudável, capaz de satisfazer todas as verdadeiras necessidades humanas.[/vc_column_text][heading header_type=”h2″ header_align=”center”]Neo-humanismo[/heading][vc_column_text]O neo-humanismo é uma visão do mundo que estende a visão humanista de uma sociedade humana para incluir todos os seres vivos. Seguindo a tradição dos povos nativos, a visão neo-humanista é ver toda a vida como sagrada e todos os seres vivos como manifestações de um todo integral. Esta visão inclui a formação de um relacionamento profundo entre os seres humanos e o mundo em que vivemos. O neo-humanismo rejeita todos os ismos e dogmas que dividem as pessoas umas das outras e da natureza. É fundamentalmente espiritual por natureza, porque reconhece a unidade inerente em toda a vida e a essência espiritual no centro de todos os seres.[/vc_column_text][/vc_column][vc_column width=”1/2″][heading header_type=”h2″ header_align=”center”]Progresso[/heading][vc_column_text]O progresso é considerado frequentemente um aumento nos confortos pessoais, comodidades e salários no nível material. Nos anos 60, a invenção dos sacos de plástico foi vista como um progresso, mas hoje muitos países estão a banir estes produtos, que se tornaram um enorme risco ambiental. Automóveis melhores e mais novos também representam um sinal de progresso, pois dão, aos proprietários, liberdade de viajar. Mas esta invenção também tem as suas limitações – a velocidade em Londres na hora de ponta, hoje, é de quase 13 Km/h, a mesma de quando os cavalos circulavam nestas estradas, à cerca de 100 anos atrás, e o ar está poluído dos escapes dos automóveis. No mundo de hoje, os avanços materiais também causaram muito stress e sofrimento nos níveis mental e psicológico. O progresso nos níveis mental e físico é acompanhado sempre por efeitos secundários e por problemas mais novos. O verdadeiro progresso, afirma PROUT, não reside no progresso material ou mental, mas em alcançar a felicidade interior da auto-realização no nível espiritual. Esta felicidade interior não tem efeitos secundários; não polui nem usa recursos incorrectamente, nem causa desequilíbrios mentais.[/vc_column_text][heading header_type=”h2″ header_align=”center”]Bens Universais[/heading][vc_column_text]A visão neo-humanista de PROUT reconhece que todos os seres vivos, colectivamente, são os administradores da terra e dos seus recursos. Este é o nosso direito universal de nascença e é a nossa responsabilidade. Sarkar denominou este conceito de nossa “herança cósmica”. Esses recursos, esses bens, pertencem a toda a humanidade e, portanto, a sociedade deve desenvolver políticas e leis que protejam e utilizem esses bens comuns de forma sustentável, para o bem-estar das gerações presentes e futuras.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/1″][divider][/vc_column][/vc_row]

Translate »

Get the Latest News

Subscribe and get the latest news
from and about the Prout movement

By clicking the button you agree to receive the latest news, book reviews and perspectives on current issues from the Prout movement.